metalúrgicas

Atenção para os resíduos perigosos gerados pelas metalúrgicas

outubro 5, 2021 Nenhum comentário
Com a 30ª edição da Mercopar em pauta, a Transresind traz a abordagem dos resíduos gerados pelas indústrias metalúrgicas. O ramo metal mecânico engloba os mais diversos tipos de materiais de descarte, sejam eles sólidos ou líquidos e, geralmente, na categoria perigosos.

 

Nos dias 05 a 07 de outubro, a Transresind participa da Mercopar – Feira de Inovação Industrial, que atinge indústrias nacionais e internacionais, com um grande número de empresas metalúrgicas. Uma excelente oportunidade para os resíduos desse ramo receberem uma atenção especial.

A Indústria Metalúrgica é responsável pela geração de uma quantidade significativa de resíduos perigosos

O que fazem as indústrias metalúrgicas?

 

As indústrias metal mecânicas são, resumidamente, responsável por transformar metais em produtos, que por sua vez, servem de matéria-prima para a produção de outros itens, fazendo parte das chamadas indústrias de base.  Logo, inúmeras matérias-primas dependem da produção das indústrias metalúrgicas como: ferroligas, ferro-gusa, metais não ferrosos, tubos, siderurgia e fundição.

Caçambas de coleta da Transresind

Caçambas de coleta da Transresind para indústrias metalúrgicas

+ Aproveite e leia: Efluentes das indústrias galvânicas

O que são os resíduos gerados pelas metalúrgicas?

 

         Assim como todas as indústrias que lidam como processos de produção, as metalúrgicas também geram resíduos importantes e que demandam muita atenção. A principal preocupação nesse caso, é a não contaminação do solo e água, por estaremos falando de resíduos altamente perigosos e que provocam ônus irreversíveis ao meio ambiente e ao ser humano.

As preocupações principais com essas indústrias estão no volume e na grande diversidade dos seus resíduos, sejam eles sólidos ou líquidos (de Classe I, considerados perigosos) em proporções muito significativas. Entre eles estão:

– Resíduos contaminados (embalagens de produtos químicos – desengraxantes, fosfatos e tinta)

– Resíduos sem contaminação (papel, papelão, plásticos, madeira)

– Efluentes líquidos

– Resíduos de tecidos, borrachas, espumas, fibras

caminhão Transresind

Caminhão da Transresind fazendo a coleta de resíduos líquidos em metalúrgica

A adequada destinação dos materiais de descarte é de responsabilidade das empresas geradoras, sendo que empresas como a Transresind, surgem nesse processo a fim de profissionalizar, auxiliar e conduzir da forma correta o gerenciamento desses materiais, garantindo a sua coleta e transporte de forma segura e correta.

É observado cada vez mais um comprometimento ambiental por meio das empresas, que vai além de marketing e de leis. Essa é a realidade que a Transresind espera trabalhar em tempos próximos, com o engajamento e responsabilidade das empresas, na geração e tratamento corretos e seguros dos seus resíduos, elevando o patamar das empresas amigas do meio ambiente para uma cultura inserida naturalmente em seus processos.

Nos acompanhe também no Instagram, clique aqui!

Deixe um comentário