ENTENDA A COMPOSTAGEM

fevereiro 11, 2021 Nenhum comentário

A compostagem trata-se da reciclagem dos resíduos orgânicos. Neste conteúdo, a Transresind vai expor como a compostagem é feita, suas técnicas e importância para o meio ambiente.

 

A compostagem é uma das formas sustentáveis de destinação final para os resíduos orgânicos, sendo realizado por fungos e bactérias, com o objetivo de recuperar os nutrientes dos resíduos, levando-os novamente ao ciclo natural e enriquecendo o solo.

O produto final da compostagem é o composto orgânico, que servirá como adubo para a agricultura ou jardinagem.

De acordo com a definição do Ministério do Meio Ambiente:

“A compostagem é a “reciclagem dos resíduos orgânicos”: é uma técnica que permite a transformação de restos orgânicos (sobras de frutas e legumes e alimentos em geral, podas de jardim, trapos de tecido, serragem, etc.) em adubo. É um processo biológico que acelera a decomposição do material orgânico, tendo como produto final o composto orgânico.”

 

Imagem de compostagem de resíduo orgânico

É possível fazer a sua própria compostagem doméstica, a partir de materiais simples e produzir o seu próprio adubo

A composteira é a estrutura que armazena o material orgânico e, para a compostagem chegar ao húmus e ao fertilizando, o resíduo orgânico deve passar por alguns processos, são eles:

1 – Fase Mesofílica

Dura em torno de 15 dias e é realizada em temperaturas de cerca de 40ºC por fungos e bactérias que se proliferam e fazem a decomposição do lixo orgânico

+ Leia também: Armazenamento temporário de resíduos

2 – Fase Termofílica

Esse processo é o mais longo da compostagem, podendo se estender por até 2 meses. Nessa fase há a degradação das moléculas mais complexas por fungos e bactérias a temperaturas de 65 a 70ºC.

3 – Fase da Maturação

Esse processo dura cerca de dois meses e é a última fase da compostagem, em que a atividade microbiana reduz, bem como a temperatura (até se aproximar da temperatura ambiente) e a acidez. Nesta fase, a matéria orgânica é transformada em húmus.

O húmus é um material rico em nutrientes e minerais, que pode ser como adubo orgânico, evitando o uso de fertilizantes sintéticos.

Passo a passo de uma composteira doméstica

O SESC SP sugere a produção de uma composteira doméstica

Benefícios da compostagem:

  • Reduz o volume de lixo, sendo realizada de forma correta;
  • Produz adubo e fertilizantes naturais;
  • Enriquece a terra em nutrientes;
  • Previne a proliferação de animais vetores de doenças como ratos, baratas e moscas.

 

Segundo dados do IPEA, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o material orgânico corresponde a cerca de 52% do volume total de resíduos produzidos no Brasil logo, a compostagem traz muitas vantagens para o meio ambiente e para a saúde pública.

Nos siga no Instagram. Clique aqui!

Deixe um comentário