É hora de dar adeus aos combustíveis fósseis. Veículos elétricos já são realidade!

fevereiro 3, 2020 Nenhum comentário

Com a tecnologia cada vez mais presente em nossas vidas é indispensável a discussão sobre o uso do que chamamos de “energia suja”.

Os danos causados ao meio ambiente por meio deste tipo de energia são inúmeros e não é
possível pensar em evolução sem deixar de pensar na transição deste tipo de energia para energias limpas e menos nocivas ao planeta.

Para você ficar por dentro dos danos causados pelos veículos tradicionais e entender um pouco melhor este assunto, preparamos uma leitura incrível. Confira:

Adeus à era dos combustíveis fósseis?

Durante muito tempo ele foi realmente importante. Estamos falando do petróleo que por anos foi a principal fonte de energia do planeta.

O petróleo faz parte de um grupo chamado de combustíveis fósseis, que inclui também o carvão e gás natural.

Este tipo de fonte de energia é esgotável, ou seja, uma hora vai acabar.

Além disso, sua extração causa diversos impactos negativos ao meio ambiente que vão desde a emissão de gases poluentes, responsáveis por acelerar o aquecimento global, até a influência na saúde da população através de um ar de péssima qualidade. A vida marinha também é vítima neste processo já que a retirada do petróleo de áreas
sensíveis pode destruir ecossistemas inteiros.

Mobilização global

Diante de tantos impactos negativos uma luz parece surgir: o uso de carros elétricos, no lugar de veículos tradicionais que utilizam energia não renovável como gasolina e diesel.

Governos e empresas do mundo todo buscam alternativas que utilizam energia de forma sustentável e a melhor opção, sem dúvidas, é o carro elétrico.

Diversos países já estudam a substituição total ou parcial dos carros tradicionais pelos carros elétricos.

Países como Noruega e China já tem um alto índice de vendas e a previsão é que a cada ano este número aumente ainda mais.

Aqui no Brasil há diversos projetos de lei em discussão que buscam banir os carros movidos à combustíveis fósseis nos próximos anos.

A previsão é de que, a partir de 2030, 90% dos carros vendidos aqui utilizem motor à combustão e o valor diminua nos anos seguintes, acompanhando o exemplo de outros países que adotaram essa estratégia.

Valor ainda é um obstáculo

Apesar de a teoria ser linda, ainda temos muitos obstáculos pela frente e um deles é o valor pouco acessível para que a substituição dos carros tradicionais por carros elétricos seja realizada.

Países de primeiro mundo têm tido sucesso com a venda de carros elétricos principalmente pelo uso de políticas de incentivo, que barateiam o valor do veículo.

No Brasil, o modelo mais em conta não sai por menos de 120 mil reais, tornando a missão de ajudar o planeta quase impossível.

Independente dos problemas uma coisa é certa: este assunto ainda tem muito a ser discutido e é preciso encontrar uma solução acessível e eficiente para todos.

Gostou deste conteúdo? Então não deixe de acompanhar o blog da Transresind e conheça o trabalho de minimizar danos ambientais que nossa empresa exerce.

Deixe um comentário